Review – Girls’ Generation The First Album

Bom pessoal, estou de volta para soltar mais um review para vocês!! Peço desculpas novamente, eu fiquei adiando esse review por dois motivos: o primeiro é que essa semana que se passou eu estava fazendo meu relatório parcial, e tava sem ideias para escrever alguma coisa que não fosse ele e o segundo é que a preguiça bateu forte em alguns dias que se passaram…enfim, estamos aqui com o novo review que será do…primeiro álbum completo das garotas do Girls’ Generation!!

Então, o álbum mais rosa do SNSD, heehehhe. Alguns meses depois do single debut das meninas, o Into the New World, a SM decidiu que elas seriam interessantes para continuar promovendo/trabalhando e o resultado disso foi que, no dia 1 de Novembro de 2007, era lançado o primeiro álbum do Girls’ Generation, o Girls’ Generation The First Album. O curioso é que na Coréia, o álbum também foi lançado no formato de fitas Cassete (as antigas), que hoje são raríssimas e os exemplares desse álbum em K7 chegam a custar mais de mil dólares com certos vendedores no eBay.

Sobre o álbum, bem, ele é rosa (dã), e vem no já conhecido formato “pseudo-mini-digipak”, com o suporte do disco em um lado e o encarte colado no lado oposto (conforme podemos observar na imagem acima). O encarte vem com fotos das integrantes em um conceito “bonequinhas” dois conceitos de bonecas distintos, sendo as minhas preferidas as que elas estão em um pedestal (quem já jogou Resident Evil 4 e curtiu o mini-game das tampinhas vai sacar logo). Nas fotos em que elas estão cada uma sobre um pedestal, há uma mensagem de agradecimento aos fãs pelo apoio no lançamento do primeiro single, que tornou possível elas continuarem para ocorrer o lançamento desse, e blá, blá, blá….

Vamos falar agora das músicas. A música título, 소녀시대 (Girls’ Generation), é uma versão para o clássico do ano de 1989 produzida e performada pelo Lee Seung Chul, o Roberto Carlos coreano (falando sério, um amigo que atualmente faz intercâmbio na Coréia falou que lá as tias AMAM o LSC, e nos shows dele o que mais rola são lágrimas apaixonadas). Pessoalmente, eu gosto muito dessa música (e do MV, que postarei mais pra frente), por que ela é alegre e estimulante. É uma das minhas músicas favoritas das Soshis; Segunda faixa, Ooh La-La!, uma música divertida e com uma pegada mais clean, ideal para se ouvir enquanto mofa horas no ponto do busão esperando o seu; Terceira, Baby Baby, o tema da versão Repack desse álbum, outra música lentinha e clean; Quarta, Complete, uma das músicas mais emocionantes delas (a versão da primeira tour asiática é linda). Essa música é ideal para você ouvir ao lado da(o) sua(seu) amada(o) enquanto sentam na grama de um parque para olhar os patinhos nadando na lagoa; Quinta, Kissing You, a música dos pirulitos. Alegre, divertida, dinâmica, uma das músicas que os SONEs mais cantam ao lado delas nos lives; Sexta, Merry-go-round. Confesso que até tempos atras eu NUNCA TINHA OUVIDO ESSA MÚSICA (que tipo de fã eu sou), mas quando eu ouvi foi amor a primeira vista (ou seria ‘ouvida’?). Música clean, com batida relaxante e alegre (esse é um álbum cute gente!).

Sétima faixa, 그대를 부르면 (Tears), outra lentinha e tal, só que essa tem uma pegada de emoção mais forte, com destaque para o “na na na na ra na” (épico); Oitava e Nona, respectivamente, Tinkerbell e 7989, sendo essa última um dueto com o Kangta, o rei das balaids. São boas músicas, porém não me agradaram. A décima, Honey (소원), dispensa comentários, a música tema dos SONEs, que no primeiro single fora nomeada como ‘Perfect for You’ e por fim, a décima-primeira faixa, a já conhecida 다시 만난 세계 (Into the New World), tema do primeiro MV e single das garotas, e considerada por muitos a melhor música das garotas em toda carreira delas. Não há o que falar dessa faixa.

Finalizando, o primeiro álbum das meninas do Girls’ Generation é muito bom, e eu só não curti muito duas das onze faixas presentes no álbum. Seria bom que viessem com cards, o que nos álbuns das garotas só veio a ocorrer a partir do Oh!, mas ele é bem acabado, a arte do disco é simples porém bem feita, e as fotos do encarte são belíssimas. Vale a compra, pra quem é SONE e pra quem é fã do Kpop em geral. Os MVs postados no post foram, respectivamente, 소녀시대 (Girls’ Generation) e Kissing You.

Anúncios