Coreanas que você deveria conhecer #1: f(x)

“Electric (Electric Shock) E-E-E-Electric E-E-E-Electric Shock”

Em um tempo que a indústria musical Sul-coreana almejava dar maiores passos, diversas empresas planejavam debutar grupos para diversificar e dar uma maior visibilidade ao mercado; para atrair novos fãs; para obter lucro. O ano era 2009, alguns grupos debutavam (não tanto quanto esse biênio 2011-2012), outros realizavam seus aguardados comebacks, e trainees batalhavam duro na esperança de serem chamados para debutarem em um grupo. Na SM, os holofotes estavam virados para um grupo de cinco garotas, de três nacionalidades distintas, que formariam um grupo diferente dos grupos anteriores da empresa (SNSD/Girls’ Generation e The Grace). Assim, estava formado um dos grupos mais interessantes do Kpop moderno, estava formado o f(x).

O grupo é formado por cinco integrantes, cada uma com suas próprias características e tipo de carisma, tornando o mesmo uma equipe heterogênea e dinâmica: Amber, talvez a integrante mais conhecida do grupo, é famosa por seu estilo mais urbano e masculino, e é a rapper do grupo; Luna, famosa por seu carisma com os fãs; Krystal, a vocalista principal do grupo, também é conhecida por ser irmã de Jessica Jung, do grupo SNSD/Girls’ Generation; Sulli, também conhecida por seu carisma e por sua aparência infantil (o que leva muitos a acreditar que ela seja a mais nova do grupo, posto ocupado pela Krystal); e Victoria, dançarina principal e líder do grupo.

O grupo apareceu no cenário musical coreano em setembro de 2009, primeiramente com o lançamento digital do single de estreia das garotas, intitulado “LA chA TA“. Umas semanas antes, a SM (empresa das garotas) já havia soltados teasers e mais teasers, do grupo e das integrantes, na internet e em meios de informação da Coreia. Assim, o grupo teve sua primeira performance transmitida (o famoso Debut Stage) no dia 5 de Setembro de 2009, no Music Core, programa da emissora MBC. Mas antes, a SM preparou um Showcase de divulgação das garotas três dias antes, onde elas apresentaram a música de trabalho e se apresentaram para o público.

Após o debut, a boa aceitação por parte dos fãs e demais apresentações, o grupo fez trabalhos publicitários e colaborações, dentre eles podemos citar a faixa “Chocolate Love“, oriunda de uma propaganda para a empresa eletrônica LG, faixa essa que também possui uma versão do grupo Girls’ Generation. Tempos depois, elas lançaram o primeiro single album, intitulado Chu~♡.

Nos anos seguintes, o f(x) seguiu crescendo pouco a pouco, lançando singles (como Nu ABO), fazendo participações em eventos pela Coreia e suas integrantes realizando campanhas publicitárias e participando de programas de TV e seriados coreanos. Mas podemos dizer que foi em 2011 que o f(x) teve um “boom”, tanto na Coreia quando fora dela.

Em 2011, o grupo lançou a música cujo vídeo vocês podem conferir acima, 피노키오 (Danger), e com ela fez muito sucesso. Segundo registros do GAON Chart, o primeiro album completo das garotas (que contem a música acima citada) vendeu em torno de 65 mil cópias físicas, sem contar as cópias digitais completas e músicas avulsas vendidas em sistemas digitais como o iTunes, isso sem citar os coreanos/asiáticos. Foi com 피노키오 (Danger) que as garotas conquistaram sua primeira vitória nos programas musicais coreanos, em 29 de Abril do mesmo ano (Em tempo, alguns programas coreanos tem um sistema de pontuação onde, no final de cada programa, é definido um vencedor da semana; Cada emissora de TV tem seu prórpio sistema, mas geralmente atribui-se pontos de acordo com quantas cópias físicas o disco/single vende, quantas cópias digitais, transmissão de vídeo, votação por SMS, entre outros).

No mesmo ano, o f(x) lançou uma versão “ampliada” do album anterior, que trazia todas as músicas presentes no álbum e umas novas, entre elas a nova música de trabalho, intitulada Hot Summer. Essa música (vídeo acima) trouxe uma batida mais alegre, animado, dinâmico (não que a anterior não fosse), e fez com que muita gente que não conhecia o grupo começasse a se interessar por ele. Ainda em 2011, o grupo participou de diversos shows da SMTOWN, um show conjunto de vários artistas da empresa das garotas, a SM.

Mas, assim, qualquer pessoa poderia pensar: “mas essas garotas só cantam e dançam?” Não, em todo o tempo desde o debut do grupo, o f(x) (como grupo) e as integrantes individualmente realizaram trabalhos de propaganda e participações em seriados de televisão, além de, juntamente com diversos artistas coreanos, divulgar e realizar atividades de filantropia, de onde se destaca uma parceria com a UNICEF para auxiliar financeiramente grupos de crianças africanas.

Em 2012, o grupo lançou um mini-album, intitulado Electric Shock, contendo a música de trabalho de mesmo nome. A música teve uma aceitação tão grande que as garotas chegaram a figurar em segundo lugar na categoria Kpop da Billboard americana, e o vídeo encontra-se com mais de 28 milhões de visualizações, mais que o dobro da música de trabalho anterior (dados de Setembro ’12). Nesse ano ainda, o grupo lançou uma versão japonesa de Hot Summer, para seu debut no mercado musical japonês, provando que as meninas almejam pegar uma fatia desse rentável mercado também.

E assim, o f(x) vai seguindo, sempre lançando músicas divertidas, que tem um estilo próprio, somado ao carisma distinto de cada uma das integrantes, e o amor dos fãs. Seguindo nessa escalada, o grupo tem tudo para se tornar um dos girl groups tops do mercado do Kpop (Há quem diga que já é, principalmente após 2011, mas eu prefiro ser cauteloso quanto a afirmar isso). Acredito que, como duas das cinco integrantes tem fluência no Inglês, a SM poderia lançar um single com ela para o mercado internacional, quem sabe o mercado europeu, cujas pessoas costumam gostar de músicas divertidas, principalmente as do leste europeu, onde o f(x) tem muitos fãs.

Anúncios